Centro Médico de Ribeirão Preto

Campanha Médicos Contra a Fome , do Centro Médico de Ribeirão Preto, doa cestas básicas para o projeto NutriAção da SEMAS


   A Secretaria de Assistência Social recebeu a doação de 70 cestas básicas através da campanha “Médicos Contra a Fome” criada pelo Centro Médico de Ribeirão Preto, a  Associação Médica Metropolitana de Ribeirão.
A entrega das cestas ocorreu na manhã desta sexta-feira, 14 de maio, no Banco de Alimentos, com a presença do diretor do Centro Médico,      Dr. Wadis Gomes da Silva, o presidente da entidade, Dr. Fábio José Gonçalves da Luz, a secretária de Assistência Social, Renata Corrêa e a secretária adjunta Gisele Costa.
   Os alimentos foram arrecadados através da campanha lançada pelo Centro Médico com o objetivo de mobilizar os associados e não associados na doação de para minimizarem o sofrimentos das famílias em situação de vulnerabilidade social.
   “Neste momento, os médicos reconhecem a necessidade de ajudar aos mais vulneráveis da comunidade. Com este programa procuramos arrecadar fundos que serão transformados em cestas básicas e com isso amenizar o sofrimento das famílias”, comenta Dr Wadis.
   Para o presidente da entidade, Dr Fábio Luz, a associação se mobilizou pelo momento. “Nossa associação não poderia ficar de braços cruzados diante da necessidade de tantas famílias que precisam garantir o prato de comida de cada dia”.
As doações serão destinadas ao projeto NutriAção, lançado em fevereiro de 2021 pela Secretaria de Assistência Social, voltado exclusivamente para comunidades em situação de vulnerabilidade social.
O NutriAção atende hoje 24 comunidades e desde a sua implantação já foram doados 2.500 kits de alimentos entre hortifruti, cestas básicas, ovos, leites, já entregou também máscaras e frascos de álcool gel. 
“É de fundamental importância o engajamento de toda sociedade civil nesta época tão difícil que nós estamos enfrentando, num cenário de pandemia ainda é possível enxergar essa onda de solidariedade que tem tomado cada vez um corpo maior. E assim, nós conseguimos alcançar o maior número de pessoas que estão em situação de vulnerabilidade”,  ressalta Renata Corrêa.