Centro Médico de Ribeirão Preto

Médico de 32 anos que atuava no combate ao novo coronavírus morre em São Paulo


   Frederic Jota Lima, um médico de 32 anos, morreu em decorrência do novo coronavírus em São Paulo. A vítima foi atendido no Instituto de Infectologia Emílio Ribas, mas não resistiu.
   O médico trabalhava na UPA 26 de agosto, operada pela Organização Social do Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, na Zona Leste da capital, e na UPA do Rudge Ramos, em São Bernardo, no ABC paulista.
   Na madrugada de segunda-feira (21), Frederic foi ao atendimento no pronto-socorro do Emílio Ribas, chegou a ser entubado, mas morreu no mesmo dia.
   De acordo com os médicos que o atenderam, ele chegou sozinho de Uber, em estado muito grave, e foi levado ao pronto-socorro. Com muita dificuldade para respirar, chegou a ser entubado, mas faleceu pouco depois.
Frederic não tinha comorbidades. Em nota, o Hospital Santa Marcelina lamentou o ocorrido. “A APS Santa Marcelina comunica com pesar o falecimento do colaborador Frederic Jota S. Lima, nesta segunda-feira (20). Frederick atuava como médico clínico, desde novembro de 2018, na UPA 26 de Agosto. A Família Marcelina expressa suas condolências à família e sua equipe de trabalho, nesse momento de luto. E em oração, pede a Deus que conforte o coração de todos”, diz a nota.